sexta-feira, 12 de maio de 2017

CENTENÁRIO DE FÁTIMA - DOIS PADRES, UM FRADE E UM BISPO EXPLICAM E CRITICAM( UNS MAIS QUE OS OUTROS) O FENÓMENO.

l                                       Resultado de imagem para Aquilo para mim não é Nossa Senhora, é um pedaço de barro!
"Agora vão canonizar os dois miúdos... todas as crianças são santas, porque são inocentes. Se for uma oportunidade para que se tome consciência disto, de que todas as crianças são santas e devem ser tratadas assim, então sou a favor. Se servir para acabar com o tráfico, a exploração sexual, a violência física e psicológica e a fome, que todos os dias mata no mundo mais de 10 mil crianças, sou a favor. Esse é que seria o verdadeiro milagre."
Padre Anselmo Borges, Sociedade Missionária Portuguesa
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Há experiências religiosas melhores e menos boas. Que mãe é que mostrava o inferno a crianças de 10 anos?! Acredito que há ali um núcleo de experiência religiosa. Com aspetos bons -- elas viram a luz -- e aspetos maus -- o terror que pregam."
Padre Anselmo Borges, Sociedade Missionária Portuguesa
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
O que falta a Fátima é uma dimensão social, de transformação da vida das pessoas. Estou muito triste por, em vez de fazer isso, o Clero andar a discutir o que o Papa vai vestir e por que cálices vai beber. Querem educar o papa Francisco na alienação em Fátima."
Frei Bento Domingues
"O Clero não deve servir-se de Fátima para assustar ou prender as pessoas. Fátima tem muitas virtualidades mas é preciso não seguir aquilo à letra. Pode ser benéfica ou maléfica. O gosto de sofrer é uma doença, quem gostar de o fazer que vá ao psiquiatra! Há uma ideia, que já vem da Idade Média, de Santo Anselmo, de que Deus foi ofendido e nós estamos em dívida para com Ele e temos de o reparar. E sofrer, sofrer, sofrer. Isto parece-me de um ridículo atroz."
Frei Bento Domingues


"Percebi que aquelas pessoas nunca tinham ouvido falar em Maria, mãe de Jesus, só em Nossa Senhora de Fátima! Como não pude impedir essa devoção, em vez de ter ali as pessoas a dizer 50 ave marias, resolvi fazer diferente: rezava só um mistério, 10 ave marias, e todos os dias escrevia uma meditação. Foi em 1970. Na meditação de 12 para 13 de maio falei abertamente naquilo que se fazia lá e nas promessas, nos rastejares, nos pagamentos: 'Vedes algum bispo lá de joelhos? A dar os anéis ou a puxar da bolsa?Então porque ides para lá vocês?!'"
Padre Mário de Oliveira, autor de "Fátima Nunca Mais" e "Fátima S.A."

"Se não é dogma, se não é uma verdade fundamental para se ser padre, se não faz parte da fé, por que motivo se lhe dá tanta importância? O tempo veio a revelar que aquilo é a galinha dos ovos de ouro, no sentido não só do dinheiro mas também das multidões que ali se reúnem gratuitamente, da Igreja Católica e do Vaticano."
Padre Mário de Oliveira, autor de "Fátima Nunca Mais" e "Fátima S.A."
"Muita gente diz, quando volta de Fátima, que lá foi ver a santinha. Como?! Qual santinha?! Aquilo é Nossa Senhora, está acima de todos os santos, é a mãe da Igreja! Isto não devia ser composto? Há muitas pessoas que até dizem que Nossa Senhora de Fátima é melhor do que a do Evangelho! Saberão que só há uma?!"
D. Januário Torgal Ferreira, bispo emérito das Forças Armadas

======================================================================
Ler aqui:

“Aquilo para mim não é Nossa Senhora, é um pedaço de barro ...



0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial