sábado, 22 de outubro de 2011

" MÉDICO" NAS HORAS VAGAS



Uma senhora, com seu filho de 5 anos, está comer num restaurante.
De repente, a criança mete uma moeda na boca e engasga-se.
A mãe tenta fazê-lo cuspir a moeda dando-lhe palmadas nas costas, sem sucesso.
O menino está começando a mostrar sinais de asfixia e a mãe, desesperada,grita por auxílio.
Um homem levanta-se de uma mesa próxima, e com surpreendente calma, sem dizer uma palavra, baixa as calças do miúdo, segura os seus pequenos testículos, aperta com força, e puxa para baixo violentamente.
Automaticamente, o garoto com dor irresistível cospe a moeda, e o fulano, com a mesma facilidade com que se aproximou, voltou para sua mesa sem dizer uma palavra. Algum tempo depois, a senhora, já tranquilizada, aproxima-se para agradecer ao senhor por salvar a vida de seu filho, e pergunta:

- Você é médico?

- Não senhor, eu sou funcionário das Finanças,e a minha especialidade é
“espremê-los até sacar a última moeda”.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial