sexta-feira, 17 de março de 2017

AUTÁRQUICAS 2017 / MOSCAVIDE E PORTELA - CANDIDATA INDEPENDENTE ? DRA. MANUELA DIAS, ACTUAL PRESIDENTE DA JUNTA - " NÃO DEVEMOS JULGAR ANTECIPADAMENTE" - PUBLICADO PELO (IM)PARCIAL EM 29/9/2009




Em 18 de Outubro de 2009, escrevi o texto- abaixo indicado- sobre a actual presidente da Junta da nossa Freguesia.

Tinha algumas dúvidas se a Srª. iria desempenhar um trabalho meritório em prol dos habitantes da Freguesia.

Passados 18 meses, após a sua tomada de posse, é com satisfação que vejo que a nossa freguesia mudou para melhor, tanto nos arranjos das zonas verdes como nas actividades lúdicas, com a divulgação das actividades promovidas pela Junta ao longo do ano.

Em sentido negativo, a ex.presidente - actual administradora do Centro Comercial- tem desiludido , pois foram afixados vários comunicados nas lojas , onde dizia que os utentes do Centro estava isentos do pagamento dos parquímetro entre as 12H00 e as 14H30 nos dias úteis.

Tudo isto não passou de promoção pessoal, já que, passados alguns meses, tudo ficou sem efeito, tendo originado vários conflitos - entre os utentes e os fiscais da Loures Parque- porque não havia nada acordado.

Entretanto, por artes mágicas, os referidos cartazes foram retirados, talvez por ordem da Administração, não sendo dado nenhuma justificação aos utentes.

Será com esta falta de consideração - para com aqueles que contribuem para que as Lojas sobrevivam - que a Administração do Centro espera aumentar o número de clientes?
----------------------------------------------------------------------------------------------
18 de Outubro de 2009

DAR O BENEFÍCIO DA DÚVIDA À NOVA PRESIDENTE

A Dra. Manuela Dias ainda não tomou posse , devemos aguardar para ver como irá enfrentar os problemas que lhe vão surgir no dia-a-dia do seu mandato e se decide bem ou mal.

Havia um célebre juíz brasileiro que nos seus julgamentos, em caso de dúvida, prefería absolver um criminoso do que condenar um inocente. Moral da história: Condenando um inocente , este seria um revoltado toda a vida ; absolvendo um criminoso podia estar perante um arrependido que no futuro poderia ser de grande utilidade para a sociedade.
Vamos aguardar pelo cumprimento das promessas eleitorais e que a oposição nas suas intervenções nos locais adequados, tenha como lema " defender os interesses da população ".

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial